Juízes do TPII pedem rever acusação para acelerar julgamento de Karadzic

Haia, 23 jul (EFE).- Os juízes do Tribunal Penal Internacional para a Antiga Iugoslávia (TPII) pediram à promotoria que revise a acusação contra o ex-líder servo-bósnio Radovan Karadzic e que proponham como poder acelerar esse processo.

EFE |

Em uma ordem divulgada hoje, os juízes sugerem aos promotores que estudem reduzir o número de testemunhas e chamar somente aqueles que forem estritamente necessários.

Durante a audiência preparatória ao julgamento realizada hoje, os promotores se mostraram pouco favoráveis à postura dos juízes, mas afirmaram que o estudarão, "como é nossa obrigação", disse o promotor Alan Tieger.

Perguntado por sua opinião a respeito da simplificação da acusação, Karadzic ironizou e disse que "o melhor seria que fosse retirada".

A promotoria já apresentou há alguns meses uma nova versão simplificada da acusação, que, no entanto, manteve em onze o número de acusações contra o sérvio.

O juiz que preside o julgamento, Ian Bonomy, disse que "a Câmara precisa saber, antes de começar o julgamento, como este será em complexidade e quanto vai durar".

Como exemplo, o juiz disse que seria possível reduzir o número de municípios onde teriam acontecido determinados crimes.

Também pediu que em cada ponto da acusação se identifique o sujeito que supostamente cometeu um ato criminoso.

Além disso, pediu aos promotores para revisar o número de testemunhas, porque a duração do julgamento tem que levar em conta também os contrainterrogatórios da defesa, que "fazem parte de um julgamento justo". EFE mr/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG