Juiz volta pênalti e dá amarelo por gases

Um árbitro de futebol britânico mandou um jogador repetir um pênalti, depois que um dos adversários teve um ataque de flatulência no momento da cobrança e o agressor ainda foi punido com o cartão amarelo. O drama inusitado aconteceu neste domingo nos arredores de Manchester, no norte do país, na partida entre o Chorlton Villa e o International Manchester FC, pela liga Manchester Publicity.

BBC Brasil |

O árbitro justificou o cartão por "conduta não-cavalheiresca". Na segunda tentativa, o Chorlton Villa converteu a penalidade e acabou vencendo o jogo por 6 a 4.

O técnico do Villa, Ian Treadwell, saiu em defesa de seus comandados, afirmando que normalmente a conduta deles é exemplar.

"Um dos nossos jogadores soltou gases e só o juiz ouviu e deu o cartão", disse Treadwell. "O outro jogador perdeu o pênalti porque bateu mal. Não teve nada a ver com qualquer barulho. Eles mesmos ficaram tão chocados como nós pelo motivo."

Contato da FA

O técnico afirmou ainda que espera ser contactado pela Football Association, a federação de futebol da Grã-Bretanha, depois que a entidade receber a súmula da partida.

O Chorlton Villa vai ter que pagar 97 libras, o equivalente a R$ 319 por ter sido punido com três expulsões e dois cartões amarelos.

"Não jogamos sujo e gostamos de jogar futebol. Não somos coniventes com as atitudes de jogadores, mas esse é um jogo de emoções, e alguns dos jogadores foram expulsos por conversarem com o juiz", disse Treadwell.

Ele lamentou que o episódio tenha acontecido justamente no momento em que o time está sem patrocinador e em busca de um para a próxima temporada.

Uma representante do clube adversário, International Manchester FC, afirmou que o clima da partida foi amistoso.

"Não houve animosidade. Foi hilariante", disse.

    Leia tudo sobre: futebol

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG