Juiz liberta 18 de 24 detidos em distúrbios em Honduras

Tegucigalpa, 21 ago (EFE).- Um juiz de Tegucigalpa resolveu deixar em liberdade 18 das 24 pessoas detidas no último dia 12 na capital hondurenha, durante distúrbios que foram dissolvidos com violência pela Polícia, informou uma fonte judicial.

EFE |

A fonte disse que a resolução foi ditada na quinta-feira à noite, após uma audiência de três dias, e que seis dos acusados receberam auto de prisão com medidas substitutivas, o que impede que sejam encarcerados.

Os distúrbios ocorreram dentro dos protestos realizados diariamente por milhares de simpatizantes do deposto presidente de Honduras, Manuel Zelaya, que foi derrubado pelos militares em 28 de junho e substituído naquele mesmo dia por Roberto Micheletti, por designação do Parlamento.

A Procuradoria Geral do Estado acusou as 24 pessoas por roubo, sedição, agressão e manifestação ilícita em prejuízo do Estado e de pelo menos três empresas comerciais de Tegucigalpa, que sofreram danos materiais e foram saqueadas no dia dos distúrbios.

A mesma fonte indicou que o juiz Esteban Quevedo, responsável pelo caso, ditou auto de prisão contra seis dos 18 acusados pelo crime de manifestação ilícita, enquanto por agressão, sedição e roubo declarou "sobrestamento definitivo".

A decisão ocorreu em um ambiente de muita expectativa, devido à presença de vários simpatizantes de Zelaya, que, desde a detenção das 24 pessoas, começaram a exigir liberdade para os detidos.

Um porta-voz dos advogados que defendem os acusados disse hoje a jornalistas que apelarão da decisão do juiz contra os seis que receberam auto de prisão com medidas substitutivas. EFE gr/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG