Juiz dos EUA ordena ao Google entregar informações sobre usuários do YouTube

Diversos grupos de defesa da privacidade manifestaram sua indignação nesta quinta-feira, após um juiz americano ordenar ao Google a entrega à Viacom de informações sobre usuários do YouTube, o popular site de vídeos.

AFP |

O juiz determinou a entrega das informações devido à queixa da Viacom de que usuários do YouTube tinham acesso a vídeos produzidos pelo grupo de mídia disponibilizados no site.

A Viacom move uma ação de 1 bilhão de dólares contra o Google, acusado de cumplicidade com os usuários da Internet que colocam fragmentos de programas do grupo no YouTube.

"Estamos decepcionados com a decisão da justiça no caso Viacom de dar acesso ao histórico de visitas", disse a principal advogada do Google no processo, Catherina Lacavera, à AFP.

O advogado da Fundação Fronteira Eletrônica, Kurt Opsahl, qualificou a decisão como um golpe significativo contra os direitos de privacidade.

A Viacom, proprietária de redes de televisão como MTV ou Comedy Central, e dos estúdios de televisão Paramount, lidera uma cruzada dos meios audiovisuais tradicionais contra o Google e seu portal YouTube.

Viacom estima que o Google é responsável pelo comportamento dos internautas que colocam no YouTube vídeos de programas de televisão, séries e videoclipes produzidos pelo grupo e protegidos pelos direitos autorais.

gc/LR

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG