Juiz do Haiti deve libertar missionários acusados de sequestro

PORTO PRÍNCIPE (Reuters) - Um juiz do Haiti decidiu libertar 10 missionários norte-americanos acusados de sequestrar 33 crianças e tentar tirá-las do país, que foi devastado por um forte terremoto no mês passado, disse nesta quarta-feira uma fonte judicial. A fonte informou que os missionários, que estão presos desde que foram abordados na fronteira do Haiti com a República Dominicana em 29 de janeiro, poderão ser libertados na quinta-feira.

Reuters |

"A ordem será libertá-los", disse à Reuters a fonte, que pediu para não ser identificada, já que a decisão ainda não foi divulgada oficialmente.

"Algo que um juiz procura em uma investigação criminal é a intenção criminal de parte das pessoas envolvidas e não há nada que mostre essa intenção criminal por parte dos norte-americanos", afirmou a fonte.

(Reportagem de Joseph Guyler Delva)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG