Juiz britânico absolve Google em processo por difamação

Londres, 21 jul (EFE).- O buscador Google não é responsável pelos comentários difamatórios que apareçam em artigos, blogs e fóruns selecionados em suas páginas de resultados, segundo o veredicto de um juiz britânico.

EFE |

A decisão do magistrado David Eady, com data de 16 de julho no Tribunal Superior de Londres, mas divulgada apenas hoje pela imprensa local, se refere a um processo apresentado contra o Google pela Metropolitan International School, que fornece cursos à distância no Reino Unido.

O Metropolitan International School processou o Google por uma série de declarações negativas sobre seus negócios publicadas em um fórum que aparecia como resultado de uma busca.

No entanto, o juiz entende que o Google "simplesmente" desempenhou seu "papel de oferecer seus serviços de busca".

Na opinião do magistrado, o buscador está isento de responsabilidade, porque não autorizou nem forçou a aparição dos comentários difamatórios. EFE pa/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG