surpresas no caso de passaportes falsos de jogadores - Mundo - iG" /

Juiz argentino promete surpresas no caso de passaportes falsos de jogadores

Buenos Aires, 14 jul (EFE).- O juiz federal argentino Norberto Oyarbide, que investiga um caso envolvendo jogadores do país que estariam falsificando passaportes europeus para jogar no futebol italiano, prometeu surpresas ao divulgar dados da investigação.

EFE |

"Quando vocês virem este material, vão se surpreender bastante.

Se preciso, os jogadores citados terão de prestar depoimento", comentou Oyarbide, lembrando que nenhum nome se tornou público até agora.

Na semana passada, 40 pessoas acabaram detidas em Buenos Aires como parte da investigação, que incluiu mais de 100 buscas em escritórios, clubes e até residências.

Com base em escutas telefônicas, o juiz garantiu que há cerca de 700 trâmites iniciados na Itália com dados totalmente falsos, todos com o objetivo de obter a cidadania italiana e, posteriormente, o passaporte.

O caso surgiu de uma denúncia do consulado da Itália na Argentina. Segundo fontes judiciais citadas pela imprensa argentina, o esquema envolve cerca de 30 milhões de pesos (seis milhões de euros) pela venda de documentos.

Ainda segundo estas fontes, já foram detidas 40 pessoas, entre advogados, contadores e empresários acusados de fazer parte de uma rede de falsificadores de documentos italianos criada desde que a União Européia definiu as cotas para jogadores estrangeiros nos clubes dos países-membros, em 1995.

Os crimes de falsificação de documento público e formação de quadrilha têm penas que vão de um a seis anos e de três a dez anos, respectivamente.

O advogado do consulado da Itália, Sergio Barzola, disse que alguns sabiam que os procedimentos eram ilegais, mas evitou comentar se as pessoas em questão eram mesmo jogadores de futebol. EFE ee/dp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG