Juiz adia data da sentença de Madoff

Nova York, 14 mai (EFE).- O juiz americano Denny Chin decidiu hoje adiar para 29 de junho sua sentença sobre o caso do especulador Bernard Madoff, acusado de 11 crimes financeiros, entre eles fraude e lavagem de dinheiro.

EFE |

Inicialmente, o juiz tinha previsto emitir sua sentença em 16 de junho.

O especulador, que acaba de completar 71 anos, está preso após confessar que criou e manteve por duas décadas uma fraude financeira que pode ser a maior da história, envolvendo US$ 60 bilhões. Ele pode pegar uma pena de até 150 anos de prisão por esses delitos.

As autoridades americanas ordenaram que o advogado de Madoff, Irving Picard, reúna todo o dinheiro possível relacionado ao especulador para indenizar suas vítimas.

Para isso, além de vender os ativos de Madoff, o advogado reivindica a devolução de todo o dinheiro que os clientes do financista pegaram de volta pouco antes de a fraude vir à tona. EFE vm/bba

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG