Jovens protestam na Argélia contra fim de indenizações a vítimas de terremoto

Argel, 28 abr (EFE) - A cidade de Chlef, cerca de 200 quilômetros ao oeste de Argel, viveu hoje um novo dia de violentos confrontos que se saldaram até agora com dezenas de feridos, grandes danos materiais e cerca de 60 detidos, informaram à Agência Efe testemunhas. Desde as primeiras horas desta manhã, novos choques foram registrados entre as forças antidistúrbios e grupos de jovens em vários bairros da localidade. Os jovens tentaram atacar a sede da Prefeitura (Governo civil), mas foram dispersados pela Polícia. Antes, no entanto, conseguiram saquear diversos prédios públicos e queimar dezenas de veículos, segundo os habitantes locais.

EFE |

Os distúrbios se estenderam hoje para a cidade vizinha de Chettia, que também sofreu grandes danos materiais.

As forças policiais e antidistúrbios implementaram um grande dispositivo de segurança na cidade e em seus arredores.

Os confrontos em Chlef, capital provincial e uma das cidades mais importantes da Argélia, começaram no domingo, depois que centenas de jovens saíram às ruas para protestar contra o fim das indenizações às vítimas do terremoto de 1980.

A cidade sofreu um violento terremoto de quase 7 graus na escala Richter em 1980, que deixou 3.600 mortos e destruiu 80% da cidade.

O Governo prometeu então indenizações para as vítimas do terremoto, que eram concedidas até recentemente, quando as autoridades argelinas decidiram suspender as ajudas. EFE sk/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG