Os pais de uma jovem de 15 anos que se suicidou na Inglaterra na semana passada, revelaram que sua filha foi vítima de uma campanha de abusos e intimidações em sites de relacionamento social como Facebook, Bebo e MySpace. Os pais de Holly Grogan, que pulou de uma ponte sobre uma movimentada estrada na quarta-feira à noite, atribuem a morte à grande pressão e complexidades modernas dos sites de relacionamentos sociais.

Mensagens postadas por amigos e colegas de escola na página da jovem no Bebo também sugerem que ela foi vítima de abusos.

Steve e Anita Grogan, os pais de Holly, divulgaram em um comunicado no fim-de-semana, que "Holly era popular em St. Edwards (a escola católica que ela frequentava, em Cheltenham), onde tinha muitos amigos. Seu lindo sorriso e risada contagiante vão ser lembrados por todos os que tiveram o orgulho e privilégio de conhecê-la."
"Holly lutou para lidar com a grande pressão colocada sobre ela pelas complexidades modernas dos 'grupos de amizades' e redes sociais."
No site da jovem, vários amigos enviaram mensagens de solidariedade, mencionando os abusos e afirmando que Holly agora "está em um lugar melhor".

Uma amiga da jovem teria dito à imprensa britânica que Holly sofria abusos há meses e havia mudado de escola para escapar deles.

Aparentemente, as agressoras da escola anterior entraram em contato com suas amigas da nova escola, para continuar a intimidar a adolescente.

Vários abusos teriam sido escritos na página da jovem no site de relacionamentos Facebook.

A jovem de 15 anos foi encontrada morta na quarta-feira à noite, sob a ponte Pirton Lane, em Churchdown, Gloucersteshire.

O caso está sendo investigado por um legista, mas a morte não está sendo tratada como suspeita.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.