Jovem que invadiu creche e matou 3 na Bélgica usava colete à prova de balas

BRUXELAS - O jovem acusado de matar duas crianças e uma funcionária de uma creche em Dendermonde, noroeste da Bélgica, carregava três facas, um machado e uma pistola falsa, e usava um colete à prova de balas.

EFE |

O promotor local, Christian du Four, explicou neste sábado que, próximo à creche, foram encontradas duas facas que, "sem dúvida nenhuma", pertenciam ao autor. O jovem, quando foi detido, levava em uma mochila outra faca, um machado pequeno e uma pistola falsa.

Du Four não confirmou se, como afirma a imprensa belga, o agressor pretendia ir para outras creches nas proximidades da primeira.


Policiais isolam a área próxima à creche / AP

Na sexta-feira de manhã, o jovem, de nacionalidade belga, invadiu uma creche com o rosto pintado com faixas brancas e pretas e, após ir à área dos bebês, começou a esfaquear de forma indiscriminada as crianças e adultos que encontrou pela frente.

Duas crianças e uma mulher morreram e outros dez menores e dois funcionários ficaram gravemente feridos. O agressor fugiu do local montado em uma bicicleta, mas foi detido pouco depois em um supermercado de um bairro próximo.

A Promotoria o acusa de homicídio e tentativa de homicídio, e ele está sob prisão preventiva.

Veja também:

Leia mais sobre: Bélgica

    Leia tudo sobre: bélgica

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG