WASHINGTON - Um homem que na semana passada chamou a a Polícia para denunciar o assassinato de oito membros de sua família foi acusado nesta sexta-feira formalmente pelos homicídios, anunciaram as autoridades do estado da Geórgia.

Guy Heinze, filho de uma das vítimas, foi acusado sob oito cargos de homicídio em primeiro grau, disse a Polícia em uma declaração. Acrescentou que a detenção de Heinze foi resultado da recopilação de provas físicas e testemunhais.

Segundo a ordem de detenção, Heinze, de 22 anos, proporcionou aos investigadores informações falsas sobre seu paradeiro e as circunstâncias que o levaram a chamar o serviço de emergência para denunciar a morte dos oito membros de sua família.

Heinze foi detido no sábado por posse de maconha e outras substâncias ilegais. Na semana passada as autoridades do estado divulgaram a gravação da ligação de emergência em que ele alertou que toda sua família tinha morrido em um trailer.

"Toda minha família está morta", disse Heinze na gravação. "Passei a noite fora. Acabo de chegar a casa, e todos estão mortos", continuou Heinze que acrescentou que seu pai, seu tio e seus primos estavam entre os mortos, e pediu ajuda para duas pessoas que ainda respiravam com dificuldade.

A ligação de emergência conduziu a a Polícia ao trailer, localizado no bairro de New Hope, em Brunswick, onde encontraram sete pessoas mortas e duas gravemente feridas.

Um dos sobreviventes, Michael Toler, de 19 anos, faleceu pouco depois, disse a Polícia. Sete das oito vítimas serão sepultadas amanhã.

Leia mais sobre: violência

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.