Jovem morta em protesto vira símbolo da revolta no Irã

Um vídeo amador que circula pela internet tornou a jovem Neda Soltani, 16 anos, o símbolo da revolta reformista no Irã. As imagens mostram a garota, morta neste sábado, momentos depois de ser atingida por um tiro durante protesto contra o resultado das eleições do dia 12 de junho.

Redação com agências internacionais |


O vídeo, gravado em um telefone celular e divulgado na internet, mostra Neda com sangue em seu rosto e rodeada por pessoas que tentam ajudá-la.

Alguns dos internautas que postaram o vídeo, em sites como Facebook e YouTube, afirmam que a jovem foi morta pela milícia Basij. Segundo a agência AP, a informação não pôde ser confirmada pela imprensa internacional, devido aos limites de cobertura impostos pelo governo iraniano.

Nesta segunda-feira, a oposição pediu que a população da capital, Teerã, acendesse luzes e velas em lembrança de Neda e dos outros manidestantes que perderam a vida durante as mobilizações.

Análises:

Leia também:

Leia mais sobre Irã

    Leia tudo sobre: irãprotestoyoutube

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG