Jovem é detido por roubar domínio e vendê-lo por US$ 111 mil

NOVA YORK - Daniel Gonçalves, de 25 anos, foi detido no estado americano de Nova Jersey acusado de roubar o domínio P2P.com e vendê-lo depois ao jogador de basquete Mark Madsen, do Los Angeles Clippers, por US$ 111 mil, informaram hoje fontes oficiais.

EFE |

A Unidade de Crimes Eletrônicos da Polícia estadual de Nova Jersey informou hoje que deteve Gonçalves no último dia 20 por ter se apropriado do domínio "P2P.com". Esta foi a primeira detenção nesse estado por um delito como esse.

Gonçalves foi solto depois de pagar uma fiança de US$ 60 mil e agora espera para ser julgado por três delitos que podem levar a penas de até dez anos cada.

Segundo as autoridades locais, Gonçalves se apropriou ilegalmente da titularidade do domínio em 2006. À época, o seu valor era de entre US$ 160 mil e US$ 200 mil, segundo a Polícia de Nova Jersey.

Em 2008, teve início a investigação sobre o caso depois que os donos de P2P LLC - uma companhia da Flórida criada especificamente para gerir o "P2P.com" - denunciasse irregularidades sobre o conteúdo do site.

"Os testes realizados pelo GoDaddy (o servidor de internet americano encarregado de abrigar a página da P2P LLC) demonstraram que o domínio tinha sido transferido sem seu conhecimento ou consentimento um ano antes", explicou a Polícia em um comunicado.

Aparentemente, Gonçalves acessou ilegalmente a conta do GoDaddy pertencente à P2P LLC e fez a transferência do domínio para sua conta pessoal no mesmo site.

Ao fim de 60 dias, prazo mínimo para poder comercializar um domínio de um site hospedado no GoDaddy, Gonçalves pôs o "P2P.com" à venda pela página de leilões online eBay e conseguiu que Madsen o comprasse por US$ 111 mil.

O jogador não sabia que o domínio que estava comprando tinha sido roubado.

Leia mais sobre domínio de internet

    Leia tudo sobre: domínioeuanova yorksite

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG