Um americano de 16 anos foi denunciado por conspiração por fazer pela Internet uma série de alertas de bomba contra universidades, colégios e até contra o FBI, informou nesta quarta-feira o departamento americano de Justiça.

Apesar de ser menor, Ashton Lundeby responderá como adulto à acusação de "conspiração agravada" por enviar alertas de bomba a duas universidades de Indiana, uma na Carolina do Norte e uma em Massachusetts, revelou o departamento de Justiça.

O adolescente, que tinha cúmplices, também enviou alertas falsos aos escritórios do FBI no Colorado e na Louisiana.

Lundeby, conhecido como "Tyrone" na Web, vendia a outros internautas o áudio, em tempo real, da reação da polícia aos falsos alertas.

Também é acusado de "oferecer, por um valor simbólico", o fechamento temporário de colégios com seus falsos alertas.

As ameaças foram enviadas a instituições ou pessoas de cinco Estados diferentes, até 4 de março de 2009, dois dias antes da prisão de Lundeby pelo FBI.

O jovem utilizava seu computador pessoal, a partir de sua casa em Oxford, Carolina do Norte, segundo o departamento de Justiça.

mlm/LR

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.