Jovem é acusado de gerar desordem por jogar sapato em Wen Jiabao

Londres, 3 fev (EFE).- Um jovem de 27 anos foi acusado de provocar desordem pública por jogar um sapato no primeiro-ministro chinês, Wen Jiabao, durante uma conferência que o líder pronunciou na segunda-feira na Universidade de Cambridge, informou hoje a Polícia.

EFE |

Está previsto que o jovem, cuja identidade não foi informada, compareça diante de um tribunal da cidade de Cambridge (sul da Inglaterra) no próximo dia 10, acrescentou a fonte.

Wen, que ontem realizava uma visita oficial ao Reino Unido, qualificou o incidente de "desprezível", depois que uma pessoa do público jogou um sapato contra ele e gritou "ditador".

Segundo testemunhas, o sapato não chegou a atingir o primeiro-ministro chinês, que ontem se reuniu com seu o chefe de Governo britânico, Gordon Brown.

O protesto de ontem foi semelhante ao incidente ocorrido em dezembro do ano passado durante uma entrevista coletiva realizada em Bagdá, onde um jornalista jogou um sapato no ex-presidente dos Estados Unidos George W. Bush.

A visita de Wen ontem, que terminou neste país a viagem que realizou pela Europa, foi marcada por vários protestos a favor do Tibete para pedir o fim das violações aos direitos humanos nesse território.

No domingo passado, cinco pessoas foram detidas por desordem pública durante a chegada de Wen à embaixada de seu país em Londres, onde foi recebido por cerca de 100 manifestantes pró-tibetanos. EFE vg/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG