Josef Fritzl está falido, mesmo tendo diversos imóveis

Viena, 10 fev (EFE).- Josef Fritzl, mais conhecido como o monstro de Amstetten, por manter durante 24 anos, em um porão, sua filha com a qual teve sete filhos, é falido apesar ter vários imóveis, segundo a imprensa local.

EFE |

Um tribunal de Sankt Pölten, capital do estado federado de Baixa Áustria, que tem a competência jurídica sobre Amstetten, declarou a falência de Fritzl devido, ente outras razões, à falta de pagamento de impostos e da previdência.

Fritzl, de 73 anos, está em prisão preventiva, à espera do julgamento que começará em 16 de março, sob acusação de assassinato, escravidão, incesto e estupro, entre outros crimes.

O conhecido como "monstro de Amstetten" ergueu um pequeno império imobiliário nos últimos anos com edifícios em diversas cidades da Baixa Áustria.

Segundo o diário "Heute", Fritzl financiou seus projetos imobiliários graças a créditos concedidos pelo banco NÖ-LandesHypo, ao qual deve agora 2,2 milhões de euros, dívida pela qual a entidade solicitou o embargo de seus bens.

Ao mesmo tempo, os escritórios de impostos e de previdência locais exigem que ele pague 5 mil euros, cada um, por cotações pendentes.

Um porta-voz judicial de Sankt Pölten disse que o tribunal investiga se há mais credores de Fritzl ou se ele tem outros bens confiscáveis. EFE rs/jp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG