Josef Fritzl comparecerá a audiência na quarta-feira

O austríaco Josef Fritzl, de 73 anos, que na semana passada confessou ter mantido seqüestrada a filha, com quem teve sete filhos, durante 24 anos, comparecerá na quarta-feira a uma audiência com o promotor responsável pelo caso.

AFP |






Clique na imagem e veja o infográfico sobre o crime (AFP)

"Está previsto para amanhã", declarou à AFP Gerhard Sedlacek, porta-voz da promotoria de Sankt Polten.

O promotor Christiane Burkheiser interrogará Fritzl, que está em uma prisão de Sankt-Polten há uma semana.

"É possível uma audiência conjunta com a polícia e a promotoria, mas pode ser mais tarde", explicou o porta-voz.

Como o período inicial de detenção de 14 dias chega ao fim na próxima segunda-feira, feriado na Áustria, Josef Fritzl será levado ao juiz na sexta-feira. O magistrado deve se pronunciar sobre a prorrogação ou não da prisão preventiva.

Na segunda-feira, Sedlacek afirmou que a detenção deve ser prolongada por outro período de 14 dias.

Josef Fritzl confessou ter mantido seqüestrada durante 24 anos a filha Elisabeth, que hoje tem 42 anos, e de ter violentado freqüentemente a vítima, com quem teve sete filhos. Um deles morreu em 1996 pouco depois de nascer.

Fritzl confessou que queimou o corpo da criança na caldeira de sua residência de dois andares.



Leia também:

Leia mais sobre incesto

    Leia tudo sobre: áustria

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG