José Graziano representará o Brasil na disputa por comando da FAO

A eleição pela direção-geral do órgão ocorrerá entre 25 de julho e 2 de julho, na próxima conferência da FAO, em Roma, na Itália

Agência Estado |

selo

A presidenta Dilma Rousseff indicou o ex-ministro extraordinário de Segurança Alimentar e Combate à Fome José Graziano da Silva como representante brasileiro na Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO). Ele desponta como postulante à direção-geral do órgão internacional, na eleição que ocorrerá na próxima conferência da FAO, em Roma, na Itália, entre 25 de julho e 2 de julho. Se eleito, Graziano exercerá o mandato de 2012 a 2015. As informações são da Agência Brasil.

Agrônomo e professor universitário, Graziano foi o encarregado no governo Lula de implantar o Programa Fome Zero, que pretendia ser o principal projeto de transferência de renda no Brasil. Em novembro do ano passado, o então presidente Luiz Inácio Lula da Silva anunciou a intenção de indicar Graziano para o posto na FAO.

O governo brasileiro informou que Graziano preenche os requisitos fundamentais para desempenhar a função, como credenciais acadêmicas sólidas, o fato de ter sido ministro extraordinário para Segurança Alimentar e Combate à Fome, encarregado de implantar o programa Fome Zero e de ter ocupado a direção do Escritório Regional da FAO para a América Latina e o Caribe.

    Leia tudo sobre: FAOnegociaçãoeleiçãoONU

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG