Istambul, 11 ago (EFE).- Dois jornalistas turcos ficaram levemente feridos ontem depois que um grupo de independentistas ossetas abriram fogo contra uma equipe de quatro repórteres que cobriam o conflito bélico entre Geórgia e suas regiões da Ossétia do Sul e a Abkházia.

Segundo o site da rede "Kanaltürk", à qual pertenciam os dois feridos, Levent Öztürk e Güray Ervn, do grupo de jornalistas televisivos cruzou ontem a fronteira entre Geórgia e Ossétia do Sul, sem a necessidade de passar nenhum controle policial, e se dirigia para rumo à capital da região autônoma, Tskhinvali.

O primeiro-ministro turco, Recep Tayyip Erdogan, cujo país mantém fortes interesses no Cáucaso, ligou ontem para as duas partes que se enfrentam para pedir uma cessação das hostilidades, mas seu colega russo, Vladimir Putin, não respondeu ao apelo. EFE amu/ma

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.