Jornalistas que averiguavam propriedade de Mugabe em Hong Kong são atacados

Hong Kong - Dois jornalistas que averiguavam informações relativas à compra de uma propriedade de luxo em Hong Kong por parte do presidente do Zimbábue, Robert Mugabe, foram agredidos por dois homens e uma mulher que estavam na casa.

EFE |

Segundo o jornal "The Standard", a polícia local está investigando o incidente, ocorrido na semana passada.

As agressões aos repórteres Colin Galloway e Tim O'Rourke, do britânico "Sunday Times", aconteceram três semanas depois que Grace Mugabe, mulher do ditador africano, foi acusada de bater em um fotógrafo em Hong Kong.

Segundo informações do "Sunday Times", recuperadas pela imprensa local, Mugabe teria adquirido o imóvel de três andares por um intermediário através de uma "companhia pouco clara".

A propriedade de Mugabe faz parte do complexo imobiliário JC Castle, controlado por Albert Yeung Sau-shing, do conglomerado investidor Emperor Group.

Leia mais sobre: Robert Mugabe

    Leia tudo sobre: mugabe

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG