Reuters e da AFP são convocados por ministério argelino - Mundo - iG" /

Jornalistas da Reuters e da AFP são convocados por ministério argelino

Argel, 9 jun (EFE) - Os correspondentes das agências internacionais de informação Reuters e AFP foram convocados hoje ao Ministério de Comunicação argelino, após a difusão de informações errôneas, informa a agência de notícias argelina APS.

EFE |

O veículo de comunicação argelino, que cita fontes do ministério, indica que a "Reuters" foi convocada por afirmar hoje que um ataque terrorista tinha deixado 20 mortos em um ponto de ônibus de Bouira, informação que foi desmentida pelo Ministério do Interior argelino.

Em relação à "AFP", o Ministério de Comunicação argelino acusa a agência francesa de "ter exagerado" o balanço de vítimas da ação de domingo no ponto de Beni Amran, na província de Boumerdès, que causou a morte de um engenheiro francês e de seu motorista argelino.

Em ambos os casos, segundo as fontes citadas pela "APS", os correspondentes destas agências "mostraram uma extrema irresponsabilidade no tratamento de informações sensíveis relativas ao terrorismo".

As mesmas fontes indicam que "o trabalho jornalístico está totalmente garantido e é respeitado na Argélia, mas não devem ser permitidos comportamentos irresponsáveis e repetidos contrários à ética e à deontologia jornalística, tratando-se, sobretudo, do terrorismo que se nutre precisamente de propaganda". EFE jg/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG