Jornalista Tim Russert, da NBC, morre de ataque cardíaco

Por David Morgan WASHINGTON (Reuters) - O jornalista Tim Russert, que se tornou um nome familiar na cena política norte-americana como apresentador do talk show dominical Meet de Press, da rede NBC, morreu de ataque cardíaco durante o trabalho na sexta-feira, informou a emissora. Russert tinha 58 anos.

Reuters |

Conhecido por suas duras entrevistas com muitas personalidades da política dos Estados Unidos nas últimas duas décadas, Russert era o chefe de redação da NBC News em Washington.

'Ele foi uma instituição, tanto nas notícias como na política, por mais de duas décadas', comentou o presidente dos EUA, George W. Bush, por meio de comunicado divulgado em Paris, onde se encontra em visita oficial.

O próprio Russert tornou-se tema de noticiário em 2007, quando foi testemunha-chave no julgamento do ex-chefe de gabinete do vice-presidente Dick Cheney, Lewis 'Scooter' Libby, num caso de vazamento para a imprensa do nome de uma agente da CIA.

A NBC interrompeu sua programação para transmitir um programa especial apresentado pelo ex-âncora Tom Brokaw, que anunciou com a voz carregada de emoção que Russert havia falecido na redação de Washington depois de voltar de uma viagem da Itália com a família.

Russert estava gravando um trecho para o 'Meet the Press' de domingo quando teve o colapso.

A NBC informou que Michael Newman, médico de Russert, concluiu que uma placa de colesterol obstruiu uma artéria, causando o bloqueio do fluxo sanguíneo para o coração. A emissora acrescentou que uma autópsia realizada logo após a morte mostrou que ele tinha o coração aumentado e grave doença das artérias coronárias.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG