Jornalista que disse que ex de Menem tinha caso com Paulo Coelho é condenado

Santiago do Chile, 29 out (EFE) - A Corte Suprema ratificou hoje a sentença por um crime de injúria aplicada ao jornalista Víctor Gutiérrez por ter dito que a ex-Miss Universo chilena Cecilia Bolocco havia tido um romance com o escritor brasileiro Paulo Coelho. O caso remonta a agosto de 2001, quando a ex-Miss Universo (1987) estava há cinco meses casada com o ex-presidente da Argentina Carlos Menem. Na época, o jornalista chileno assegurou em dois programas de televisão que Cecila manteve um romance com Paulo Coelho entre junho de 1999 e outubro de 2000, quando já saía com Menem. A decisão obriga o repórter, que atualmente mora nos Estados Unidos, a pagar uma multa de US$ 644 ao Fisco e uma indenização de US$ 47.500 à ex-modelo chilena.

EFE |

O Tribunal rejeitou os recursos de cassação e de apelação de Gutiérrez, nos quais a defesa do jornalista alegava que "sua intenção era dar uma notícia, e não injuriar" Cecilia.

No recurso desprezado pela Justiça, Gutiérrez assegurou que a indenização fixada "não guarda proporcionalidade com a forma como foram gerados os fatos", e acrescentou que é "só um jornalista que não ganha milhões com suas reportagens".

"Trata-se de uma pessoa humilde, cuja renda serve para ajudar a mãe, viúva, e vários de seus sobrinhos desamparados", acrescentou a defesa. EFE gs/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG