Jornalista iraquiano que atirou seus sapatos em Bush votou da prisão

O jornalista iraquiano Muntazer al-Zaidi, que arremessou seus sapatos na direção do ex-presidente americano George W. Bush, votou quarta-feira de sua prisão de Bagdá, informou neste sábado à AFP um representante da Corte criminal central do Iraque.

AFP |

Quarta-feira, policiais, militares, pacientes de hospitais e prisioneiros votaram antecipadamente nas eleições provinciais deste sábado, organizadas em 14 das 18 províncias do país.

"O jornalista Muntazer al-Zaidi votou no dia 28 de janeiro. Ninguém sabe em quem ele votou, pois o voto é secreto. Não podíamos lhe perguntar o nome de seu candidato para que não seja considerado como uma forma de influenciar sua escolha", declarou o responsável, que não quis ser identificado.

Em 14 de dezembro passado em Bagdá, o jornalista se levantou de repente durante uma entrevista coletiva conjunta de Bush e do primeiro-ministro iraquiano, Nuri al-Maliki, e atirou seus dois sapatos contra o então presidente dos Estados Unidos aos gritos de "isso é o beijo da despedida, seu cachorro".

Muntazer al-Zaidi devia ser julgado em 31 de dezembro pela Corte criminal central do Iraque, mas o processo foi adiado de última hora.

Questionada pela AFP, uma fonte judicial disse que ainda não foi determinada uma nova data para o julgamento.

mar/yw

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG