Jornalista é morto a tiros no norte do México

Em 2011, pelo menos 11 jornalistas foram mortos no México

AFP |

O jornalista Raúl Quirino Garza, do jornal 'La última palabra', do distrito de Nuevo León (norte), foi assassinado a tiros em Cadereyta, na região metropolitana de Monterrey, a terceira maior cidade do país, informou neste sábado a Agência Estatal de Investigações.

Leia também: Militares encontram 13 corpos abandonados em caminhão no México

Quirino Garza foi o primeiro jornalista assassinado no México em 2012 depois que em 2011 ao menos 11 foram mortos, "foi atacado por um grupo de homens armados quando circulava na tarde de sexta-feira em seu veículo", disse à imprensa uma fonte da Agência de Investigações.

    Leia tudo sobre: méxicocrimedrogasimprensa

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG