Jornalista curdo é morto a tiros em Kirkuk

Bagdá, 22 jul (EFE).- Um jornalista curdo iraquiano foi morto a tiros na noite desta segunda-feira em frente a sua casa em Kirkuk, 250 quilômetros ao norte de Bagdá, informaram hoje fontes policiais.

EFE |

O jornalista Suran Hemah, que trabalha em uma revista quinzenal sobre temas políticos em língua curda, foi vítima de uma emboscada em frente a sua casa no bairro de Shorja, explicaram as fontes.

Dezenas de jornalistas iraquianos e estrangeiros foram mortos desde a invasão liderada pelos Estados Unidos e a queda do regime de Saddam Hussein em 2003.

As mesmas fontes informaram que uma equipe desativou hoje um míssil preparado para atingir uma base do Exército iraquiano em Kirkuk.

Horas antes, as forças de segurança informaram a morte de um tenente-coronel da Polícia iraquiana e de seus quatro seguranças em um atentado no centro da cidade. EFE am/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG