Jornalista britânico é preso perto de protesto em Pequim

Um jornalista britânico foi preso nesta quarta-feira junto com ativistas pró-Tibete que tentavam protestar perto do estádio Olímpico de Pequim. Um grupo de ativistas da organização Estudantes por Um Tibete Livre tentava exibir uma bandeira do Tibete no Parque de Cultura Étnica da China, próximo ao estádio Ninho de Pássaro.

BBC Brasil |

O jornalista britânico John Ray, da ITV News, estava no local e foi preso pela polícia. Ele alega que estava cobrindo o protesto para sua emissora.

Os ativistas foram presos poucos segundos depois de começarem o protesto.

Ray diz ter sido arrastado para um restaurante nas redondezas e posteriormente imobilizado por policiais.

"Eu tentei explicar para eles que eu era um jornalista britânico, mas eles não me deixaram nem sacar meus documentos de identificação", disse Ray a outros jornalistas.

"Eu fui agredido. Eles me arrastaram, me puxaram e me jogaram no chão. Agora eles estão me filmando", disse Ray ao repórter do jornal britânico The Guardian, enquanto era levado por policiais para uma viatura.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG