Jornalista belga libertado na RDCongo

Um jornalista belga que trabalha para o jornal alemão Frankfurter Allgemeine Zeitung, seqüestrado terça-feira na República Democrática do Congo (RDC) por milicianos pró-governo, foi liberado, anunciou o jornal.

AFP |

O repórter Thomas Scheen e dois colaboradores congoleses estão sob a proteção das tropas da Missão da ONU na RDC (MONUC). Os três se encontram bem, de acordo com o jornal.

Os três haviam sido seqüestrados por milicianos Mai-Mai, que apóiam o governo de Kinshasa diante da ofensiva executada pelo general rebelde Laurent Nkunda na região leste da RDC.

fjb/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG