Jornalista americana defende Javier Bardem após comentários polêmicos

Madri, 10 set (EFE).- A repórter do jornal The New York Times Lynn Hirschberg, que realizou uma entrevista com o ator espanhol Javier Bardem publicada na última terça, afirma que o ator nunca pretendeu insultar o povo espanhol, diz um comunicado emitido pela assessoria do artista.

EFE |

"Ele estava falando de um pequeno grupo de pessoas de seu país que o ataca constantemente, além de sua carreira. Na entrevista, Bardem mostrou um grande respeito e gratidão a seus compatriotas e que é profundamente orgulhoso de ser espanhol", afirma a jornalista.

"Gostaria de lembrar a todos que após receber o Oscar, um dos maiores momentos de sua carreira, ele dedicou o prêmio a seu país, em espanhol", declarou Hirschberg.

O próprio Bardem assina este novo comunicado de imprensa, no qual também escreve.

"Peço a todos os meios de comunicação que tanto me criticaram por minhas declarações mal-interpretadas, que demonstrem agora o mesmo empenho em desmenti-las publicando o comunicado enviado com urgência pela jornalista Lynn Hirschberg com o objetivo de esclarecer definitivamente o mal-entendido", afirma o ator.

Na última terça, diante da repercussão da entrevista na imprensa espanhola, que resumia a entrevista ao "New York Times" e destacava que o ator tinha chamado os espanhóis de tolos, Bardem enviou um primeiro comunicado no qual dizia sentir um "profundo respeito e agradecimento pela imensa maioria" de seus compatriotas.

O ator alegou ter tido "problemas de comunicação lingüística" com a jornalista, na entrevista na qual comentava: "Os espanhóis são duros. Criticam meu trabalho e dizem que me vendi. Alguns são muito tolos".

No comunicado, Bardem afirmou que sua intenção era a de dar sua opinião sobre "um pequeno grupo de pessoas que ataca" sua carreira e o insulta de forma "indiscriminada, e independentemente do que diga e faça".

"Muito pelo contrário do que foi publicado, me sinto orgulhoso de meu país, com o qual sempre tentei contribuir com meu trabalho e honrando minhas raízes", acrescentou o ator. EFE ar/ev/fal

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG