Jornalista alemão é condenado por desvio de dinheiro e fraude

Berlim, 2 out (EFE).- Um jornalista alemão foi condenado hoje pelo Tribunal de Frankfurt a dois anos e oito meses de prisão, por fraude e desvio de fundos na rede de televisão para a qual trabalhava.

EFE |

Jürgen Emig, de 63 anos, ex-chefe do departamento de esportes da emissora alemã "Hessischen Rundfunk", foi considerado culpado por usar seu cargo para receber subornos e fazer publicidade disfarçada.

Os juízes destacaram em sua sentença que, de 2001 a 2004, Emig ganhou pelo menos 500 mil euros de maneira ilegal, por meio de subornos e de publicidade que fazia sem a permissão de sua emissora, nos programas de que participava.

Desta maneira, o Tribunal calculou que Jürgen Emig causou um prejuízo de aproximadamente 285.000 euros à "Hessischen Rundfunk".

O jornalista admitiu as acusações e reconheceu que recebia pagamentos de organizadores de eventos esportivos, por meio de sua mulher na agência de marketing SMP, para fazer propaganda dos eventos promovidos por eles na emissora.

No mesmo processo, Harald Frahm, de 64 anos, antigo gerente da SMP e laranja de Emig, foi condenado, por cumplicidade, a um ano e dez meses de prisão, mas poderá cumprir a pena em liberdade vigiada.

EFE jcb/jp/plc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG