Jornal saudita diz que Hamas aceitou trégua em Gaza a partir de amanhã

CAIRO - O movimento islâmico palestino Hamas aceitou uma trégua nas hostilidades a partir de amanhã na Faixa de Gaza, que poderia se transformar em um cessar-fogo de um ano, informou hoje o jornal saudita internacional Asharq al-Awsat, que não cita nenhuma fonte.

EFE |

Segundo o jornal, o Hamas e as autoridades egípcias - o Egito está intermediando separadamente entre o grupo palestino e Israel - definiram um plano de cinco pontos para colocar fim ao conflito em Gaza, que já dura três semanas.

Os pontos do plano incluem um cessar-fogo simultâneo por parte israelense e do Hamas a partir de amanhã, além da retirada imediata de Israel da Faixa de Gaza, que deve terminar em uma semana.

Também prevê a abertura das passagens fronteiriças entre Gaza, que ficariam sob a supervisão do Egito, Turquia e União Europeia (UE).

Além disso, o plano prevê a abertura do posto fronteiriço de Rafah, entre Gaza e Egito, com a mobilização de forças de segurança pertencentes à Autoridade Nacional Palestina (ANP) e observadores internacionais.

O cessar-fogo terá duração de um ano e será examinado antes de terminar. A informação do jornal não foi confirmada ou desmentida por nenhuma fonte egípcia ou palestina.

Hoje, o negociador israelense Amos Gilad e uma delegação do Hamas retornaram ao Cairo para prosseguir separadamente as conversas com as autoridades egípcias.

    Leia tudo sobre: faixa de gaza

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG