nova fase com Obama - Mundo - iG" /

Jornal pró-Coréia do Norte vê nova fase com Obama

SEUL (Reuters) - A eleição de Barack Obama como presidente dos EUA significa uma nova fase para a península da Coréia, disse na sexta-feira um jornal pró-Coréia do Norte, na primeira menção indireta do regime comunista ao novo líder norte-americano. Depois que George W. Bush foi eleito (numa votação em novembro de 2000, cuja apuração só foi definida em meados de dezembro), a Coréia do Norte esperou até o final de fevereiro de 2001 para se manifestar, alertando que a política radical do novo presidente dos EUA causaria sérios problemas para um acordo nuclear então vigente.

Reuters |

Atualmente, Coréia do Norte, EUA e outras potências estão implementando um novo acordo destinado a encerrar o programa nuclear norte-coreano, em troca de incentivos políticos e econômicos.

"A situação que cerca a península coreana está a ponto de entrar em uma nova fase", disse texto enviado de Pyongyang ao jornal Choson Sinbo, publicado no Japão. "Um presidente que propõe 'mudança' surgiu nos Estados Unidos."

Essas declarações positivas contrastam com a campanha da Coréia do Norte contra o novo presidente conservador sul-coreano, Lee Myung-bak, qualificado pelo regime como uma "desprezível escória humana" por causa da sua promessa de linha-dura contra o país vizinho.

"Se o governo Obama receber a lição do governo anterior e vier para o diálogo com uma posição mais progressista, então a situação de 'se comunicar com os EUA e se fechar à Coréia do Sul só irá se aprofundar", disse o jornal.

Um diplomata norte-coreano está em Nova York e deve se reunir com representantes dos EUA para discutir o processo de desarmamento. Em outubro, Washington tirou Pyongyang da lista de governos que patrocinam o terrorismo, em resposta a uma série de medidas destinadas a comprovar o estado do programa nuclear da Coréia do Norte.

O chanceler sul-coreano, Yu Myung-hwan, disse na sexta-feira que, uma vez que há acordo entre Washington e Pyongyang, os seis países envolvidos na negociação (EUA, China, Rússia, Japão e as duas Coréias) devem se reunir em breve para formalizar o protocolo que levará o processo adiante.

O Choson Sinbo disse que a retomada positiva das negociações nucleares também indica que uma "nova fase" está começando.

(Reportagem de Jack Kim)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG