Jornal Los Angeles Times demite 10% da equipe editorial

Los Angeles Times, o jornal mais influente na costa oeste americana, começou a semana despedindo 75 pessoas como parte de um plano lançado semana passada para desfazer-se de 10% de sua equipe editorial devido à redução da publicidade.

AFP |

Os cortes haviam sido iniciados na semana anterior, com o que atingem 200 pessoas no total.

"Los Angeles Times não está menos imune à situação econômica atual do que praticamente todos os outros negócios e instituições", explicou o editor Eddy W. Hartenstein em comunicado.

A redução de funcionários empreendida segunda-feira é a última de uma série de demissões efetuadas neste ano: em fevereiro, o diário suprimiu 100 postos de trabalho, incluindo mais de 40 só na redação; em julho, decidiu diminuir o número de páginas publicadas semanalmente em 14% e eliminou 135 postos na redação.

As demissões reduziram o número de profissionais a 660 empregados, a cifra mais baixa desde 2001 quando o Los Angeles Times possuía uma redação de 1.200 profissionais.

No último ano, o grupo Tribune, que integrava o L.A. Times, foi vendido por 13 bilhões de dólares ao investidor Sam Zeller.

pb/ml/sd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG