Publicidade
Publicidade - Super banner
Mundo
enhanced by Google
 

Jornal francês faz campanha em favor de reféns das Farc

Paris, 28 jul (EFE).- O jornal Libération publicou nesta segunda a foto do tenente colombiano Elkin Hernández Rivas, prisioneiro das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) há mais de nove anos.

EFE |

A publicação faz parte de uma série de fotografias que serão exibidas com o objetivo de evitar que os reféns ainda presos na floresta colombiana caiam no esquecimento após a libertação de Ingrid Betancourt.

"Para não esquecer de novo das vítimas o 'Libération' apresentará todos os dias, a partir de hoje, um refém como parte de uma iniciativa conjunta com o Comitê de apoio a Ingrid Betancourt", indica o jornal em uma breve nota.

Hernández Rivas é um dos 30 reféns conhecidos como "políticos" que continuam nas mãos das Farc e que a guerrilha pretende trocar por 500 rebeldes presos.

O tenente foi seqüestrado em 1998 em uma emboscada muito perto do local onde Betancourt foi capturada em 2002.

O seqüestro dele mobilizou seus parentes, que vão todas as terças ao Parlamento da Colômbia para exigir um "acordo humanitário" com a guerrilha, diz o "Libération".

Sua irmã Margarita, vice-presidente da Asfamipaz, uma associação de pais de combatentes reféns das Farc, explica no periódico que sente que tem uma "missão" a cumprir.

O objetivo da iniciativa é continuar a luta para obter a libertação dos reféns que ainda estão presos e "guardar a mesma combatividade", declarou o porta-voz do Comitê de apoio a Ingrid Betancourt, Hervé Marro.

Marro se reunirá hoje em Paris com o chanceler colombiano, Jaime Bermúdez - que chega à capital francesa para uma visita de dois dias - e perguntará a ele sobre os planos de Bogotá para solucionar a questão dos reféns.

Betancourt, que foi resgatada no último dia 2 junto com outros 14 prisioneiros em uma operação do Exército colombiano após passar quase seis anos e meio na floresta, se comprometeu a não abandonar seus companheiros de infortúnio e a lutar por sua libertação. EFE ik/fh/fal

Leia tudo sobre: iG

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG