O Osservatore Romano, o jornal do Vaticano, prestou homenagem nesta quarta-feira ao senador norte-americano Edward Kennedy, falecido na terça-feira à noite, mas lamentou sua posição em favor do aborto.

"Ele esteve constantemente na linha de frente em batalhas pela proteção aos imigrantes, pelo controle das armas de fogo, pelo salário mínimo. Infelizmente, houve também de sua parte posicionamentos favoráveis ao aborto", lamenta o Osservatore Romano.

Edward "Ted" Kennedy "colocou a sua assinatura em diversas leis que - de acordo com alguns - redesenharam a América contemporânea", acrescenta o jornal.

Embora fosse católico, Ted Kennedy apoiou em meados dos anos 1970 o direito ao aborto.

O patriarca da família Kennedy sofria de um tumor no cérebro diagnosticado em maio de 2008.

kd/dm

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.