tsunami que atingiu Samoa nesta semana." / tsunami que atingiu Samoa nesta semana." /

Jornal diz que brasileira está entre mortos por tsunami

Uma reportagem do jornal neo-zelandês The Dominion Post afirma que uma turista brasileira teria morrido no http://ultimosegundo.ig.com.br/mundo/2009/10/01/centenas+de+pessoas+seguem+desaparecidas+em+samoa+apos+tsunami+8713905.html target=_toptsunami que atingiu Samoa nesta semana.

BBC Brasil |

  • Centenas de pessoas seguem desaparecidas em Samoa após tsunami
  • Bebê sobrevivente do maremoto de Samoa se chamará Tsunami
  • A brasileira, cuja identidade não foi revelada pelo jornal, estaria hospedada no resort Taufua Beach Fales, na praia de Lalomanu, no sudeste da ilha de Upolu, a região mais atingida pelo tsunami. Muitos dos hotéis no local têm bangalôs para os hóspedes na praia.

    Mike Adye, funcionário da defesa civil na região de Hawke's Bay, disse ao jornal que, na hora do desastre, ele passou correndo pelo resort, gritando aos turistas para que corressem por suas vidas.

    Segundo ele informou ao jornal, quatro turistas morreram no resort: além da brasileira, duas crianças australianas e uma mulher neo-zelandesa.

    A reportagem da BBC Brasil não conseguiu confirmar a informação com a Embaixada Brasileira em Wellington, na Nova Zelândia.

    Pelo menos 149 pessoas morreram vítimas do tsunami nas ilhas de Samoa, Samoa Americana e Tonga.

    As equipes de resgate continuam a procurar sobreviventes. O primeiro ministro de Samoa, Tuilaepa Sailele disse que 110 pessoas morreram em suas ilhas, e a devastação é "completa".


    Região litorânea de Samoa Ocidental foi devastada / AP

    Segundo as autoridades, dezenas de milhares de pessoas precisam de ajuda nos vilarejos arrasados pela onda gigante, causada pelo terremoto de terça-feira. A ONU anunciou que vai mandar equipes de emergência.

    Nenhuma casa em pé

    "A devastação causada foi completa", disse o primeiro-ministro à Radio New Zealand, depois de inspecionar a costa sudeste da ilha principal do arquipélago, Upolu.

    "Em alguns vilarejos, não sobrou nenhuma casa em pé. Tudo foi alcançado em 10 minutos pelo tsunami, muito poderoso."
    Ele disse que seu próprio vilarejo, Lesa, foi devastado.

    Segundo as autoridades de Samoa, ainda há desaparecidos que poderiam, facilmente, ter sido levados pela onda ou estar enterrados embaixo de escombros.

    Imagens de vídeo amador mostraram vilarejos destruídos, casas derrubadas e carros presos no alto de árvores.

    Moradores e turistas fugiram para as regiões mais altas enquanto barcos eram empurrados para a terra e carros e pessoas sugadas pelo mar.

    O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, declarou área de desastre em Samoa Americana e prometeu uma resposta rápida do governo.

    A União Europeia já liberou uma verba inicial de 150 mil euros (cerca de R$ 389 mil) para ajuda às vítimas, e a Austrália e a Nova Zelândia também prometeram ajuda.

    A Cruz Vermelha estabeleceu acampamentos para os desabrigados, disse o departamento da ONU para a Coordenação de Assuntos Humanitários.

    Terremoto

    O terremoto de 8,4 graus de magnitude na escala Richter foi registrado na terça-feira à tarde, provocando ondas de até 4,5 metros de altura em algumas áreas das ilhas.

    Turistas neo-zelandeses - bastante comuns nas ilhas - falaram ter visto "caminhões" transportando corpos nas áreas mais atingidas, no sul de Upolo.

    O epicentro do terremoto foi no solo do mar a uma profundidade de 33 quilômetros, a cerca de 190 quilômetros de Apia, a principal cidade de Upolo.

    O tsunami provocado no Oceano Índico, no dia seguinte ao natal de 2004, foi o pior já registrado até hoje, causando a morte de 230 mil pessoas.

    Leia mais sobre tsunamis

      Leia tudo sobre: tsunami

      Notícias Relacionadas


        Mais destaques

        Destaques da home iG