Jornal afirma que submarino segue sinal das caixas-pretas; BEA nega localização

Um minissubmarino francês foi enviado em missão depois da detecção de um sinal muito fraco das caixas-pretas do avião da Air France que caiu no Oceano Atlântico, quando fazia o voo Rio de Janeiro-Paris, informa o jornal Le Monde.

AFP |

No entanto, o Bureau Francês de Investigações (BEA) informou que as caixas-pretas do voo AF 447 não foram localizadas e que as equipes de busca analisam qualquer sinal que possa levar às mesmas.

O minissubmarino foi enviado na segunda-feira depois que navios franceses detectaram um sinal muito fraco, a muitos quilômetros da costa do Brasil, afirma o site do Le Monde.

O Nautile tem capacidade para operar em uma profundidade de seis quilômetros e foi usado pelas equipes que localizaram o Titanic.

"Nenhum registro do voo foi localizado até hoje", afirmou uma fonte do BEA.

"Esta não é a primeira vez que nós escutamos algum som. Nós checamos todos os barulhos. Os esforços de pesquisa prosseguem", completou a fonte.

O Airbus A330 da companhia aérea francesa que voava entre Rio de Janeiro e Paris caiu no Atlântico na madrugada de 1º de junho, provocando a morte das 228 pessoas a bordo.

afp/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG