comportamento imoral - Mundo - iG" /

Jordaniano mata irmã grávida por comportamento imoral

Um jordaniano de 25 anos foi indiciado por assassinato neste sábado depois de ter matado sua irmã, casada e grávida de cinco meses, por comportamento imoral, informaram fontes judiciais.

AFP |

O homem "esfaqueou sua irmã de 28 anos no rosto, na barriga e nas costas", declarou à AFP uma fonte judicial, que não quis ser identificada.

"Depois, para garantir que a vítima estava morta, ele a degolou, e foi em seguida se entregar à polícia, a quem confessou o crime", acrescentou.

"Ele explicou que matou sua irmã, grávida de cinco meses, por causa de seu comportamento imoral", prosseguiu a fonte, sem dar mais detalhes.

O drama ocorreu na província de Tafileh, no sul da Jordânia.

Entre 15 e 20 mulheres são mortas a cada ano na Jordânia por homens que querem "vingar a honra da família". Em 2008, foram registrados 17 crimes ditos "de honra" em todo o país.

Em janeiro, um jordaniano acusado de matar sua irmã e o namorado dela para "vingar a honra da família" foi condenado a apenas seis meses de prisão, depois de o juiz ter reconhecido "circunstâncias atenuantes".

str/yw

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG