Joias feitas a partir de meteoritos fazem sucesso no Chile

Santiago do Chile, 23 mar (EFE).- A joalheira Verónica Reyes vem fazendo sucesso no Chile com joias feitas a partir de um material diferente: pedaços de meteoritos recolhidos por ela no Deserto do Atacama, no norte do país.

EFE |

Segundo Reyes, os anéis, colares e pingentes vêm acompanhados por um certificado de autenticidade dos meteoritos procedente da Universidade do Chile.

Para conseguir sua matéria-prima, a joalheira viaja com um grupo de colaboradores para o norte chileno, em um dos ambientes mais áridos do mundo, onde usam tecnologia GPS para poder localizar os parâmetros nos quais se encontram os meteoritos.

Caso o grupo encontre um novo tipo de meteorito novo, é preciso enviar a peça à Nasa, agência espacial americana, onde outros pesquisadores determinam sua procedência e composição físico-química.

Reyes começou buscando meteoritos para pesquisas científicas com a Nasa até que um dia decidiu aproveitar uma das rochas para desenhar um pingente para uso próprio.

A joia fez sucesso entre as amigas de Reyes, que começaram a lhe pedir objetos parecidos, e em apenas dois anos nasceu a Siderita, empresa que exporta seus produtos para Europa e Estados Unidos.

Para este ano, a joalheira prepara uma nova coleção inspirada em desenhos típicos dos indígenas chilenos a partir de meteoritos e de outras pedras comuns no país, como o lápis-lazúli, e promete uma linha só para homens. EFE rt/bba

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG