Jogador cubano de vôlei detido no México após deserção

O jogador da seleção cubana de vôlei Guillermo Roberto Cabrera foi detido no México depois de desertar quando a equipe disputava um torneio na Guatemala e entrar no país vizinho sem documentos, anunciou o Instituto Mexicano de Migração (IMN).

AFP |

O atleta foi detido em Huehuetán (a 70 km da fronteira com a Guatemala).

Cabrera, de 20 anos, afirmou que entrou sozinho no México de forma ilegal, pela fronteira com a Guatemala, e pretendia chegar aos Estados Unidos, onde se encontraria com a irmã.

Ao contrário dos imigrantes sem documentos de outros países, que são devolvidos a seus países, os cubanos são detidos por 30 dias e, depois do pagamento de uma multa, ficam em liberdade com um documento para permanecer no país durante no máximo 10 dias, período em que normalmente viajam aos Estados Unidos.

str/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG