Jobim diz que toma decisão sobre caças em 20 dias

Brasília, 2 mar (EFE).- O ministro da Defesa, Nelson Jobim, anunciou hoje que em até 20 dias apresentará um relatório sobre os aviões de combate americanos, franceses e suecos que disputam uma licitação convocada pela Força Aérea Brasileira (FAB).

EFE |

Estão na disputa para vender 36 caças ao Brasil a americana Boeing, com seus Super Hornet F/A-18; a sueca Saab, com os Gripen NG, e a francesa Dassault, com os Rafale, considerados os favoritos para um negócio que pode chegar a US$ 8 bilhões.

Jobim esclareceu, no entanto, que entregará seu relatório ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que terá a última palavra sobre o assunto.

"Será uma exposição de motivos com a posição do Ministério da Defesa", explicou Jobim sobre o relatório que apresentará a Lula, o qual estará baseado em considerações técnicas da Força Aérea.

Segundo o ministro, assim que receber o relatório, Lula convocará uma reunião do Conselho Nacional de Defesa, e depois disso o presidente "tomará uma decisão soberana sobre qual é a melhor opção".

A licitação convocada pela FAB será um dos assuntos que Lula e o ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim, conversarão durante as reuniões com a secretária de Estado americana, Hillary Clinton.

A chefe da diplomacia americana estará amanhã em Brasília e, segundo fontes diplomáticas, defenderá diante de Lula e Amorim os aviões da Boeing, que se comprometeu a transferir toda a tecnologia não militar dos Super Hornet F/A-18, justamente como o Governo brasileiro pediu. EFE ed/bba

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG