J.K. Rowling processa editora por livro com vocabulário de Harry Potter

Nova York, 14 abr (EFE) - A escritora britânica J.K.

EFE |

Rowling, autora da saga de Harry Potter, depôs hoje perante um tribunal nova-iorquino contra uma editora que quer publicar um livro com o vocabulário usado nas aventuras do bruxo adolescente.

A britânica disse perante a corte que a decisão da editora RDR Book de publicar um livro intitulado "Harry Potter Lexicon", escrito por Steven Vander Ark, fez com que tivesse problemas de "criatividade" no último mês.

Rowling, que apresentou em 2007 um processo contra essa editora e quer impedir a publicação do livro, considera também que os direitos autorais de sua obra foram violados e que a obra "é um roubo" a seus 17 anos de trabalho, informa a imprensa local.

No entanto, a defesa da editora alegou que o livro de Vander Ark só pretende "organizar e discutir o complicado e muito elaborado mundo de Harry Potter".

Rowling, de 42 anos, publicou em 1997 o primeiro livro da saga que a tornou famosa e milionária, "Harry Potter e a Pedra Filosofal", e desde então as aventuras do bruxo adolescente foram publicadas em cerca de 60 idiomas e venderam mais de 400 milhões de exemplares.

A escritora indicou em algumas ocasiões sua admiração pelo site sobre o vocabulário utilizado no mundo de Potter de seus livros e que é dirigido por Vander Ark, mas questiona sua publicação como livro e que seja vendido por US$ 25.

A autora considera que boa parte de seu conteúdo não é mais que uma "reorganização" de seus próprios textos.

Vander Ark, de 50 anos, professor de escola e bibliotecário de uma cidade de Michigan, lançou seu site com as explicações sobre o mundo de Harry Potter em 2000 e recentemente foi para Londres para começar sua carreira como escritor.

Em seu site, afirma que "tem J.K. Rowling e seus fãs na mais alta estima", e, sobre a questão, acrescenta: "Seu respeito é de máxima importância para nós, da mesma forma que a confiança de nossos leitores. Faremos de tudo o que estiver em nossas mãos para ganhar e manter esse respeito". EFE emm/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG