Jimmy Carter visita Oriente Médio para sondar chances de paz

Jerusalém, 13 abr (EFE).- O ex-presidente dos Estados Unidos e prêmio Nobel da Paz de 2002, Jimmy Carter, iniciou hoje em Jerusalém uma viagem de nove dias por vários países do Oriente Médio para sondar as possibilidades de paz na zona, e na qual poderia se reunir com líderes do movimento Hamas.

EFE |

Carter começa sua gestão hoje com um encontro com o presidente israelense, Shimon Peres, o único líder de Israel de primeira linha que o receberá, segundo a agenda divulgada pelo centro que leva seu nome.

O primeiro-ministro israelense, Ehud Olmert, a ministra de Exteriores, Tzipi Livni, e o de Defesa, Ehud Barak, não aparecem no programa de visitas divulgado.

Nesta "missão de estudo", Carter se reunirá em Israel com o ministro da Indústria e Comércio, o ortodoxo Eli Yishai, e com o deputado ultranacionalista Avigdor Lieberman.

Na terça-feira, Carter viajará a Ramala para uma reunião com o primeiro-ministro da Autoridade Nacional Palestina (ANP), Salam Fayyad, mas não se encontrará com o presidente Mahmoud Abbas, devido a "problemas de agenda", confirmou à Agência Efe uma fonte do centro.

A fonte não quis confirmar se o ex-presidente, prêmio Nobel de Paz de 2002 por seus esforços mediadores em conflitos internacionais, se reunirá com o líder do movimento islâmico Hamas, Khaled Mashaal, que vive em Damasco.

Carter visitará essa capital árabe na quinta-feira, após passar pelo Egito. A viagem inclui também a Arábia Saudita (sexta-feira) e a Jordânia (sábado), e depois voltará a Israel e aos territórios palestinos. EFE elb/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG