Jimmy Carter se reúne novamente com líderes do Hamas para falar de paz

Damasco, 19 abr (EFE).- O ex-presidente dos Estados Unidos Jimmy Carter e o líder do escritório político do Hamas, Khaled Meshaal, se reunirão mais uma vez hoje, em Damasco, para discutir a trégua entre Israel e Palestina e a libertação de um soldado israelense em poder de milícias Palestinas.

EFE |

Um dos dirigentes do escritório político do grupo islâmico em Damasco, Moussa Abu Marzouk, disse em comunicado que Carter e Meshaal falaram especialmente do caso do soldado israelense, Gilad Shalit, em poder de milícias palestinas de Gaza desde junho de 2006.

Em declarações à emissora "Al Jazira", outro membro do escritório político do Hamas, Mohammed Nazzal, disse que seu grupo "concorda em estudar a troca de prisioneiros, a interrupção do bloqueio (israelense) e a reabertura das fronteiras de Gaza".

A reunião de Carter e Meshaal é a terceira nos últimos dois dias.

Em uma delas, o americano contou ao líder do Hamas que o ministro da Indústria, Comércio e Trabalho israelense, Eliyahu Yishai, está disposto a negociar com ele sobre o caso de Shalit.

No final do mês passado, Yishai, líder do partido religioso sefardita Shas, pediu a seu Governo que negociasse com o Hamas para conseguir a libertação de Shalit.

A postura de Yishai contrasta com a posição expressada pelo primeiro-ministro israelense, Ehud Olmert, de não manter negociações diretas com o Hamas, que sempre condicionou a libertação do soldado à liberação de prisioneiros palestinos em prisões de Israel.

Os encontros de Carter e Meshaal acontecem apesar das críticas dos Estados Unidos e de Israel, que não vêem com bons olhos que Carter se reúna com representantes do Hamas.

Após sua visita à Síria, Carter irá, ainda hoje, à cidade saudita de Yedda, dando seguimento a uma viagem de nove dias ao Oriente Médio que ainda o levará a Israel na próxima segunda-feira. EFE gb/rr/fal

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG