Jimmy Carter conversa com líder do Hamas sobre Shalit

Damasco, 18 abr (EFE) - O ex-presidente dos Estados Unidos Jimmy Carter transmitiu hoje ao líder político do Hamas, Khaled Meshaal, a disposição do ministro da Indústria de Israel, Eli Yishai, de negociar com ele sobre o caso do soldado israelense Gilad Shalit, em poder de milícias palestinas desde junho de 2006.

EFE |

Segundo fontes palestinas em Damasco, Carter e Meshaal se encontraram na capital síria pouco depois que o ex-presidente americano se reuniu com o chefe do Estado sírio, Bashar al-Assad.

O encontro entre Carter e Meshaal ocorreu na sede do Hamas em Damasco e dele também participaram vários responsáveis do grupo palestino, radicados na capital síria.

A reunião foi realizada mesmo com as críticas feitas nos últimos dias por Estados Unidos e Israel, que não vêem com bons olhos que Carter se reúna com representantes do Hamas durante sua viagem de nove dias pelo Oriente Médio, que também o levará à Arábia Saudita e à Jordânia.

No final do mês passado, Eli Yishai, líder do partido religioso sefardita Shas, pediu que seu Governo negocie com o Hamas para conseguir a libertação de Gilad Shalit, capturado em junho de 2006 por milícias palestinas e que estaria na Faixa de Gaza.

As afirmações de Yishai, também titular de Comércio e Trabalho, foram feitas depois que Meshaal declarou que o militar israelense continuava vivo.

As declarações Yishai contrastam com a linha expressada até agora pelo primeiro-ministro de Israel, Ehud Olmert, de não manter negociações diretas com o Hamas.

O movimento islâmico sempre condicionou a libertação de Shalit a que prisioneiros palestinos em cadeias israelenses sejam soltos. EFE gb/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG