Jimmy Carter apóia Roland Burris como sucessor de Obama no Senado

Washington, 7 jan (EFE).- O ex-presidente dos Estados Unidos Jimmy Carter apóia Roland Burris como sucessor de Barack Obama no Senado, afirmou hoje o próprio Burris, que se encontra no olho de um furacão político devido à sua nomeação.

EFE |

Burris foi designado pelo governador de Illinois, Rod Blagojevich, que foi acusado de corrupção e enfrenta um possível julgamento político.

O Senado rejeitou na segunda-feira que Burris, de 71 anos, ocupe a cadeira que Obama deixou vaga ao ganhar a Presidência enquanto não se resolva o processo legal contra Blagojevich.

Burris se reuniu hoje com os principais líderes democratas do Senado para resolver o drama e, posteriormente, disse em entrevista coletiva que conta com o aval do ex-líder americano.

"Recebi uma ligação importante antes de entrar na reunião, do meu amigo e ex-presidente Jimmy Carter", disse Burris, ex-procurador-geral de Illinois.

"Ele pediu que dissesse a todos quando chegar ao Senado que, em sua opinião, serei um grande senador", afirmou Burris, que foi designado por Blagojevich com pleno conhecimento de que seria rejeitado no Senado.

"Eu respondi: muito obrigado, senhor presidente", acrescentou Burris, arrancando risos dos jornalistas.

Burris afirmou que seu único interesse é representar seu estado, o quinto maior dos Estados Unidos, e expressou confiança em que a polêmica será resolvida a seu favor.

O líder da maioria democrata do Senado, Harry Reid, disse que o Comitê de Regras terá que se pronunciar sobre a nomeação de Burris e, posteriormente, o plenário inteiro o submeterá à votação. EFE mp/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG