Jimmy Carter afirma que reuniões com Hamas foram úteis

O ex-presidente dos Estados Unidos Jimmy Carter afirma em um artigo publicado nesta segunda-feira que suas recentes reuniões com o movimento islamita palestino Hamas tiveram resultados, apesar da opinião contrária de dirigentes israelenses e palestinos.

AFP |

"Caso se consulte estes dirigentes ilegais, será possível reiniciar e facilitar as negociações de paz atualmente paralisadas entre Israel e seus vizinhos", escreveu Carter no The New York Times.

Carter se reuniu em duas ocasiões, no início do mês em Damasco, com o chefe do Hamas no exílio, Khaled Mechal, gerando fortes críticas de Israel e os Estados Unidos, que consideram o Hamas, vencedor das eleições palestinas de 2006 e que detém o poder na Faixa de Gaza, é uma organização terrorista.

Jimmy Carter insiste, contudo, que recebeu garantias de que o Hamas aceitaria qualquer acordo negociado entre o presidente palestino, Mahmud Abbas, e o primeiro-ministro israelense, Ehud Olmert, com a condição de que seja "aprovado em um referendo pelos palestinos ou por um governo eleito".

mk/fb/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG