Bruxelas, 1 set (EFE).- O alto representante de Política Externa e de Segurança Comum da União Européia (UE), Javier Solana, expressou hoje sua confiança de que seu bloco aprove no próximo dia 15 o envio de uma missão civil na Geórgia que seria formada por centenas de pessoas.

O envio da missão será abordado na cúpula extraordinária de líderes da UE realizada hoje em Bruxelas, e os preparativos serão discutidos na sessão informal de ministros de Relações Exteriores do próximo fim de semana em Avignon (França).

Solana, disse após uma reunião com o primeiro-ministro da Geórgia, Vladimir Gurgenidze, que a cúpula de hoje não trata de uma imposição de sanções à Rússia: "as sanções não estão hoje na agenda".

Também destacou sua confiança de que a missão civil de observação seja realizada "em breve".

"Acredito que até o próximo Conselho (de ministros de Relações Exteriores formal) do próximo dia 15 teremos uma decisão e começará a operação", declarou Solana.

Segundo ele, esta missão civil teria "centenas" de integrantes e começaria "por fases", iniciando por regiões da Geórgia que não são a Abkházia nem a Ossétia do Sul.

Ele afirmou que no resto da Geórgia "há muito trabalho a fazer", começando pela verificação das tropas russas dos pontos da Geórgia em que ainda estão presentes, para depois ir se estendendo para o resto deste país. EFE rcf/fal

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.