Jaroslaw Kaczynski, gêmeo do presidente polonês, viajará ao local do acidente

Varsóvia, 10 abr (EFE).- O líder da oposição conservadora da Polônia, Jaroslaw Kaczynski, irmão gêmeo do presidente Lech Kaczynski e ex-primeiro-ministro do país, viajará a Smolensk (Rússia), onde hoje caiu o avião presidencial e causou a morte do chefe de Estado polonês e todos os outros 95 passageiros a bordo.

EFE |

O porta-voz parlamentar do Partido da Lei e Justiça, Mariusz Blaszczak, ao qual pertencia o presidente polonês e do qual é líder seu irmão, confirmou à rede de televisão "TVN24" que Jaroslaw Kaczynski decidiu ir ao local da tragédia.

Atual líder da oposição, Jaroslaw Kaczynski ocupou o cargo de primeiro-ministro da Polônia entre 2006 e 2007, quando era o único país do mundo governado por dois irmãos gêmeos - Jaroslaw como chefe de Governo e Lech como chefe de Estado.

Entre os mortos hoje estão os responsáveis de algumas das instituições polonesas mais importantes, além de familiares e membros de associações de vítimas do massacre de Katyn (Rússia), onde há 70 anos foram assassinados mais de 20 mil oficiais poloneses pelas mãos de militares soviéticos.

O presidente viajava junto a sua esposa, Maria, e uma delegação de alto categoria que se dirigia os atos em memória dos soldados poloneses assassinados pelos serviços secretos soviéticos em Katyn em 1940.

O avião bateu contra as árvores dos arredores do aeroporto e, em seguida, se incendiou. EFE nt/sa

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG